Festival de Curtas-Metragens de Sintra
 

Pt En

Edição 2016

A produção da última edição do Festival Córtex atirou-nos para um sentimento elevado de dignidade pessoal. Recebemos mais filmes, inaugurámos novas secções, concebemos programação paralela no âmbito da formação de cinema, promovemos concertos e colóquios, estendemos a competição internacional, sempre com a máxima de oferecer ao público uma programação mais diversificada e apelativa que fosse ao encontro dos seus interesses. Em época de balanço final não podíamos ter ficado mais satisfeitos.

Para a sexta edição escolhemos programar sobre a infância, um tema transversal a todo o cinema e que traz consigo uma série de subtemas intrínsecos tão bem explorados pelos maiores vultos do Cinema.

O que aparentava ser uma tarefa relativamente fácil, dado à liberdade do tema e às inúmeras opções de programação, rapidamente se tornou num lugar comum de filmes conhecidos pela maioria do público.

Não queríamos programar a infância de Victor Erice, François Truffaut ou Carlos Saura, mas sim uma infância biográfica que afectasse todo o percurso da vida adulta até à morte.

Como vem sendo habitual, o Córtex inaugura a sessão de abertura com as primeiras obras de um realizador que consideramos ter um percurso notável no formato da curta metragem.

Enquanto programadores também é nossa obrigação não permitir que certas obras caiam no esquecimento na linha do tempo. É essencial aprofundar a filmografia de um cineasta através das suas primeiras experiências cinematográficas como forma de compreender o seu lugar e sua identidade nas obras posteriores.

A secção Hemisfério irá trazer ao Córtex uma mostra de curtas-metragens programada por um festival de cinema internacional. A Hemisfério pretende ser uma secção que se impõe como um cinema de realidade social selecionada por um outro olhar especializado, convidamos programadores de cinema a serem curadores (por um dia) com o propósito de oferecer cinema reconhecido e premiado do seu país.

Pelo segundo ano consecutivo, o Mini Córtex convida a MONSTRA – Festival de Animação de Lisboa para juntos programarem uma competição de cinema para a infância. Porque somos uma Associação cultural que produz teatro para os mais novos há mais de 15 anos, quisemos contar com aqueles que se dedicam a promover o cinema de animação também há 15 anos. É um acumular de uma vasta experiência com o público infantil que vamos aplicar nas sessões do Mini Córtex. Uma secção competitiva que também une esforços com a Câmara Municipal de Sintra e que mais uma vez presenteia todas as escolas do concelho com o intuito de envolver e estimular o público mais jovem no dispositivo que é o cinema.

Este ano pela primeira vez, os mais pequenos terão a responsabilidade de deliberar o prémio para melhor curta metragem de animação.

Um curto Córtex de quatro dias para descobrir o que melhor se faz no género da curta metragem pelo mundo fora.