9º FESTIVAL DE CURTAS METRAGENS DE SINTRA
3-10 DE ABRIL 2019

Pt En

Júri

  • CARLOS NATÁLIO

    JÚRI COMPETIÇÃO NACIONAL

    Lisboa, 1980. Licenciado em Direito e em Cinema, mestre em Ciências da Comunicação. Tem exercido sobretudo actividade nas áreas da programação, investigação e crítica de cinema, tendo colaborado com várias revistas da especialidade. Fundou em 2012 o site de cinema português, À pala de Walsh e mantém desde 2009 o seu blogue Ordet, onde escreve sobre cinema, cultura contemporânea e arte. Interessado na relação entre cinema e educação, área na qual prepara a sua dissertação de doutoramento, tem colaborado desde 2015 com a associação Filhos de Lumière. Escreveu no âmbito do projecto CinEd- European Cinema Education for Youth, os cadernos pedagógicos dedicados a O Sangue, de Pedro Costa e Aniki-Bóbó de Manoel de Oliveira (2016 e 2018). Em 2017 co-editou o livro O Cinema Não Morreu: Crítica e Cinefilia À pala de Walsh.

     

    SIMÃO CAYATTE

    JÚRI COMPETIÇÃO NACIONAL

    Simão Cayatte nasceu em Lisboa em 1984. É argumentista, realizador e actor. Estudou teatro e performance na Goldsmiths University em Londres e desde que tem vindo a trabalhar como actor com realizadores como Werner Schroeter, Ivo Ferreira, Stan Douglas e Marco Pontecorvo. Completou o mestrado em realização na Columbia University em Nova Iorque como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian em 2012 e mais tarde estagiou no departamento de argumento da Protozoa Pictures de Darren Aronofksy. A sua primeira curta-metragem A Viagem estreou-se em competição no Festival de Cannes em 2011 na Seleção Oficial Cinéfondation e arrecadou prémios em vários festivais internacionais. Miami, a sua seguinte curta foi nomeada para um Mélies D’Or e arrecadou o prémio de melhor curta de terror Portuguesa no MotelX em 2015. Menina, a sua mais recente curta, teve estreia nacional no IndieLisboa 2016 e ganhou o prémio Sophia de melhor curta-metragem de ficção da Academia de Cinema Portuguesa em 2017 tendo sido selecionada pela Académie des Césars para o programa Les Nuits en Or. Mora em Lisboa onde trabalha como realizador em publicidade e escreve regularmente para cinema e televisão. De momento encontra-se em preparação para a sua primeira longa-metragem de ficção, uma co-produção entre Portugal (Ukbar Filmes) e França (Good Fortune) com estreia marcada para 2019.

     

    MIGUEL RIBEIRO

    JÚRI COMPETIÇÃO INTERNACIONAL

    Nasceu em Lisboa e estudou Ciências da Comunicação, na Universidade Nova de Lisboa. É desde 2012 programador e coordenador de programação do Doclisboa - Festival Internacional de Cinema, um dos principais festivais europeus de cinema e que se assume como um lugar que pretende questionar o presente do cinema, em diálogo com o seu passado e assumindo o cinema como um modo de liberdade. Forma parte da direcção da Apordoc - Associação pelo Documentário.
    Ex-membro do colectivo artístico Rabbit Hole, uma plataforma artística para a criação, experimentação e curadoria. Através de diversas colaborações, desenvolveu uma série de programas curatoriais entre cinema, performance e artes visuais e é uma presença regular em painéis, debates e juris de festival. Em 2016 fundou a produtora Filmes do Asfalto.

     

  • PATRICK MENDES

    JÚRI COMPETIÇÃO NACIONAL

    Patrick Mendes nasceu em Rhône (França) em 1981, onde viveu até aos cinco anos, idade com que veio para Portugal. Após terminar o ensino secundário, frequentou (em 2000) o primeiro ano do curso superior de Antropologia na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Em 2001, ingressou na Escola Superior de Teatro e Cinema, terminando em 2005.
    Enquanto completava os estudos na área de montagem e realização, Patrick Mendes começou a trabalhar com Pedro Costa, no filme ‘Juventude em Marcha’ (2006). Entre outros realizadores com quem já colaborou, destacam-se João Canijo, Miguel Gomes, Werner Schroeter, Eugène Green, João Nicolau, F.J. Ossang, Basil da Cunha e Stan Douglas.
    Em 2011, a convite do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), Patrick Mendes frequentou o programa ‘A Sunday In The Country’, organizado pela European Film Academy, juntamente com o Instytut Rozbitek e o Polish Film Institute. Hoje em dia, Patrick Mendes trabalha como assistente de realização e paralelamente escreve, produz e realiza curtas metragens experimentais.

      

    CRISTIAN RODRÍGUEZ

    JÚRI COMPETIÇÃO INTERNACIONAL

    Cristian Rodríguez (Santander, Espanha, 1981) é Jornalista, Mestrado em Estudos de Literatura Comparada e formado em Montagem em Cinema. Profissionalmente focou-se em áreas relacionadas com a comunicação e a produção cultural: durante seis anos foi responsável de Conteúdos do Grupo Sinnamon (Barcelona), tendo também trabalhado com clientes como Desigual (em Paris) e festivais como Walk&Talk e Panazorean IFF (nos Açores). Desde 2008 colabora como crítico musical em publicações como Playground e Rockdelux. Actualmente vive e trabalha em Lisboa, onde é programador e diretor dos festivais Internacionais de Cinema Queer - Queer Lisboa e Queer Porto desde 2015.

     

    ANA ISABEL STRINDBERG

    JÚRI COMPETIÇÃO INTERNACIONAL