9º FESTIVAL DE CURTAS METRAGENS DE SINTRA
3-10 DE ABRIL 2019

Pt En

COMPETIÇÃO NACIONAL


Circo do Amor Miguel Clara Vasconcelos - Portugal, França 2018, 20’, FIC - Produção: Vertical Production, Curtas Metragens C.R.L.

Alberto vive com a sua Mãe numa urbanização onde também trabalha. Um dia, uma pequena companhia de circo instala-se perto da sua residência, perturbando o quotidiano de Alberto e despertando nele desejo há muito adormecido de independência e liberdade.

 

Pele de Luz André Guiomar - Moçambique, Portugal, 2018, 18’, DOC - Produção: Real Ficção

Anifa sobrevive a um rapto. Isa cresce envolta no medo. No coração de Maputo em Moçambique, as duas irmãs enfrentam juntas um lugar onde a crença na magia negra ainda persegue pessoas albinas.

 

Agouro David Doutel, Vasco Sá - Portugal, França, 2018, 15’, ANI - Produção: Bando à Parte, Zéro de Conduite Productions

Um inverno rigoroso congela a superfície de um rio junto à casa onde vivem dois primos. Envolta no vento gelado que se levanta naquele dia, a rudeza da relação entre os dois cresce, atingindo o limite.

 

Self Destructive Boys André Santos, Marco Leão - Portugal, 2018, 27’ FIC - Produção: Blackmaria

Em “Self Destructive Boys” olhamos para a intimidade masculina e os mecanismos do desejo, ao acompanharmos três rapazes, António, Xavier e Miguel, tropeçando metaforicamente nos limites da sua elasticidade sexual, construindo este filme sobre um limite: a ambiguidade nas relações humanas. Rapazes serão sempre rapazes.

 

A Ver o Mar Ana Oliveira, André Puertas - Portugal, 2017, 25’ DOC - Produção: DAI / ESMAD / P.Porto

O silêncio, o mar como pano de fundo, o mar como lugar de afetos. Sem saírem dos seus carros, várias gerações namoram, relaxam e partilham o fascínio pelo oceano, fazendo planos para o futuro e contemplando o passado.

 

Onde o Verão Vai (episódios da juventude) Davide Pinheiro Vicente - Portugal, 2018, 21’, FIC - Produção: Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC)​

É verão, um rapaz vai com os amigos para o rio. Na viagem de carro, conta-se a história de um homem e da sua cobra de estimação, que o tenta comer. O rapaz cai de um tronco e faz uma ferida. Uma rapariga segue-o. Um casal namora, outro rapaz descobre a floresta e um terceiro deixa-se a comer um pêssego deitado sobre uma árvore. Em quatro episódios, o calor e a humidade da floresta aproximam o desejo entre os jovens.

 

Russa João Salaviza, Ricardo Alves Jr. - Portugal, Brasil, 2018, 20’, DOC, FIC - Produção: Material Bruto, Entre Filmes, Karõ Filmes

Russa volta ao Bairro do Aleixo no Porto, visitando a irmã e os amigos com quem celebra o aniversário do filho. Neste breve encontro, Russa regressa à memória coletiva do seu bairro, onde três das cinco torres ainda se mantêm de pé.

 

Sheila Gonçalo Loureiro - Portugal, 2018, 15’, FIC - Produção: Squatter Factory

 

Sheila <3 Jotta

 

Os Mortos Gonçalo Robalo - Portugal, 2018, 28´ DOC - Produção: Errar Filmes

 

Depois de uma experiência tida como próxima da morte, Gonçalo desenterra episódios vividos com os mortos que tiveram peso na sua vida. 

 

Ride Paul Bush - Portugal, Reino Unido, 2018, 6’ ANI - Produção: Ciclope Filmes, Ancient Mariner Productions

Centenas de motas são animadas imagem por imagem nesta homenagem ao icónico design das motas da cultura dos anos 1950 e 60. Um motoqueiro prepara a sua mota e parte numa idealizada viagem pelo campo rumo ao futuro.

 

Equinócio Ivo M. Ferreira - Portugal, 2018, 19’ FIC - Produção: Arquipélago Filmes

Acho que me vou lembrar de ti, de tudo, mas não tenho a certeza.

 

Terra Besta Hugo Magro - Portugal, 2017, 9’ DOC - Produção: Hugo Magro

O burro é talvez o único animal que sabe como tudo foi em vão. O seu modo brando, pesaroso também, é o de quem ouve uma interminável e dura confissão, enquanto parece ter os ossos e a carne envolvendo um suspiro. Em seu redor tudo ficou exausto, lembra o cansaço todo, e uma ponta de desgosto depois de concluídos os planos iniciais da criação.  Com ele, a poesia é acolhida no chão e envolvida no pó e no vento. As cores abatem-se, a imagem surge terrosa.

Vale todo um reino, o burro.

 

Amor Avenidas Novas Duarte Coimbra - Portugal, 2018, 20’ FIC - Produção: Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC)​

Manel, um jovem que dorme sestas, vai trocar o seu colchão de casal pelo colchão de solteiro do amigo Nicolau, para que este possa estar com a namorada. Ambos carregam o colchão pela Avenida Almirante Reis até casa de Nicolau. Manel vê-se rapidamente despejado da casa do amigo com um colchão de solteiro para carregar de regresso a casa. No caminho interrompe acidentalmente umas rodagens só de mulheres, onde vai conhecer

Rita, uma bela assistente de produção. Manel, Rita e o colchão projetam ideias de amor. No final do dia, Manel liga à mãe para desabafar e refletir sobre o seu dia. 

 

3 Anos Depois Marco Amaral - Portugal, 2018, 13’ FIC - Produção: Ukbar Filmes

Uma mulher regressa. Agora que a noite caiu, aproxima-se uma tempestade.

 

Entre Sombras Mónica Santos, Alice Guimarães - Portugal, França, 2018, 13’ ANI - Produção: Vivement Lundi!, Um Segundo Filmes, Animais AVPL

Natália, refém de um trabalho entediante e repetitivo, envolve-se numa aventura em busca de um coração roubado. Num mundo surreal onde os corações podem ser depositados num banco, a protagonista atravessa vários perigos que a conduzem a um dilema: dar o seu coração ou guardá-lo para si.

 

Pas de Confettis Bruno Ferreira - Portugal, 2018, 15’ FIC - Produção: Raquel Silva

Vanessa é uma adolescente como tantas outras, que vive com a mãe num bairro da periferia de uma grande cidade e que falta à escola para se divertir com as amigas, em momentos pontuados pelo álcool, pelas drogas leves e pelas conversas de teor sexual próprias da idade. O facto de estar grávida está a mudar-lhe o presente e vai, certamente, ditar um futuro que será diferente do das amigas da sua idade, o que a deixa muito assustada. Aparente retrato de uma juventude, o filme assume um tom realista, com a câmara muito móvel e presente, mas “Pas de Confettis” coloca-nos no mundo subjetivo de uma adolescente comum em processo de crescimento.

 

Flor do Gás João Castela - Portugal, 2017, 12’ FIC - Produção: Universidade Católica Portuguesa - Escola das Artes

Num pequeno bairro de pescadores de Gaia, Zé Pedro de 15 anos vive com a mãe doente. Sem a irmã mais velha em casa é-lhe difícil tratar da mãe. Vendo-se obrigado a tentar encontrar a irmã para lhe pedir auxílio.

 

Como Fernando Pessoa Salvou Portugal Eugène Green - Portugal, França, Bélgica, 2018, 27’ FIC - Produção: Les Films du Fleuve, Noodles Production,O Som e a Fúria

Nos anos 1920, a pedido de um dos seus empregadores, o poeta Fernando Pessoa cria um slogan publicitário para a bebida Coca-Louca, que cria o pânico no seio do governo autoritário da altura.