Festival de Curtas-Metragens de Sintra
11-15 de Abril 2018

Pt En

Competição Nacional


Água MoleLaura Gonçalves, Xá (Alexandra Ramires), Portugal, ANIM, 2017 – 9’

Os últimos habitantes de uma aldeia não se deixam submergir no esquecimento. Num mundo onde a ideia de progresso parece estar acima de tudo, esta casa flutua.

Altas Cidades de OssadasJoão Salaviza, Portugal, FIC/DOC, 2017 - 19’

Karlon, nascido na Pedreira dos Húngaros e pioneiro do rap crioulo, fugiu do bairro onde foi realojado. Noites de vigília, sob um febril calor tropical. Entre as canas de açúcar, um rumor. Karlon não parou de cantar. Altas Cidades de Ossadas é um tateio inquisitivo e imaginativo às suas memórias, ao cerco institucional, e às histórias submersas de um tempo sombrio.

Cidade PequenaDiogo Costa Amarante, Portugal, FIC/DOC/EXP, 2016 – 19’

Um dia, Frederico aprende na escola que as pessoas têm cabeça, tronco e membros, e que se o coração pára as pessoas morrem. Nessa noite, ele não dormiu. Acordou a mãe várias vezes de madrugada e disse-lhe que lhe doía o peito.

Coup de GrâceSalomé Lamas, Portugal, FIC, 2017 - 25’

Leonor volta de viagem num dia em que o seu pai (Francisco) já não a esperava. No espaço de 24 horas viverão uma realidade alucinada, conduzida, em crescendo, pela inquietação de Francisco num registo de aparente normalidade.

Em Lugar AlgumInês de Sá Frias e Leandro Martins, Portugal, DOC, 2017 – 16’

Kety, Mirela e Kevin são 3 irmãos que fazem parte de uma família circense. Apesar da diferença de idades, cada um deles tem um papel muito importante no bom funcionamento do circo e as suas próprias motivações para escolher a vida itinerante.

Farpões BaldiosMarta Mateus, Portugal, FIC/DOC, 2017 – 25’

No final do século XIX, os trabalhadores rurais em Portugal iniciaram uma corajosa luta por melhores condições de trabalho. Depois de gerações de miséria e fome, a Revolução de Abril semeou a promessa de uma Reforma Agrária. Na região do Alentejo, estes camponeses ocuparam grandes propriedades onde antes eram submetidos ao poder dos seus patrões. Diz-se no Alentejo, que quando se perde alguma coisa, quem procura deverá começar a andar para trás e voltar ao princípio. Reza-se e pede-se a Santa Luzia que nos cure dos olhos, para que possamos olhar melhor e ver. Os protagonistas deste filme, resistentes desta velha luta, a quem foi roubada a infância e a escolaridade, contam a sua história às gerações de hoje, nas suas próprias palavras.

LimoeiroJoana Silva, Portugal, ANIM, 2016 – 5’

O Limoeiro é um filme que pretende reconstruir uma personagem fictícia, através da fisicalidade de um espaço em ruína.

Miragem Meus PutosDiogo Baldaia, Portugal, FIC, 2017 – 24’

Uma aula da primária sem professor, a assinatura de um contrato com um colosso do futebol e uma festa de passagem de ano. Três contos tingidos pela aspiração e desejo de evasão expressam um olhar sobre uma juventude absorvida pela força dos sonhos e a crueza da realidade. Uma geração que enfrenta o crescimento em tensão com o futuro.

O Meu PijamaMaria Inês Gonçalves, Portugal, FIC, 2017 – 21’

Numa noite de Verão, Helena e Sara, duas gémeas de doze anos, são deixadas ao cuidado de Vicente, seu vizinho de sempre. Pelo olhar de Helena, assistimos, à medida que a noite avança na companhia do rapaz, ao primeiro passo de uma possível separação entre as duas.

Os EstrangeirosRita Al Cunha, Portugal, DOC, 2017 – 15’

A descoberta de uma vila raiana no norte de Portugal, onde a melancolia dita o rumo dos Homens. Uma história sobre a coragem de partir e a resiliência de ficar numa terra indiferente à cólera.

Os Humores ArtificiaisGabriel Abrantes, Portugal, FIC, 2017 – 29’

Os Humores Artificiais foi rodado no Mato Grosso (Canarana e nas aldeias Yawalapiti e Kamayura dentro do Parque Indígena do Xingu) e em São Paulo. Misturando certa estética hollywoodiana com abordagens típicas do registo documental, o filme conta a jornada de uma jovem indígena que se apaixona por um robô.

Por Tua TestemunhaJoão Pupo, Portugal, FIC, 2017 – 18’

Ivo Moura é um homem que tem um propósito bem definido mas a natureza desvia-o do seu caminho.

SurpresaPaulo Patrício, Portugal, ANIM/DOC, 2017 – 8’40’’

Curta-metragem de animação documental que tem como base uma conversa gravada entre mãe, Joana, e filha, Alice, com 3 anos de idade e a recuperar de um cancro do rim. Ao longo da conversa falam, de uma forma muito aberta e franca, sobre a doença, o presente, as lutas e conquistas de ambas.

Thursday NightGonçalo Almeida, Portugal, FIC, 2017 – 7’36’’

Durante a noite, um estranho presta uma visita a Bimbo, para lhe entregar uma mensagem importante.

Tudo o que ImaginoLeonor Noivo, Portugal, FIC/DOC, 2017 – 32’

Fim da adolescência, fim da escola, o último verão antes do mundo do trabalho para um grupo de amigos no bairro de Alcoitão, ‘’BDA’’. Sem adultos por perto, há a ilusão que se pode fazer o que se quer. André improvisa o rap como improvisa a vida, na procura de um caminho que o deixe mais livre, tenta fugir do que lhe é próximo e do que conhece, mas nunca conseguirá sair de si próprio.